13 de janeiro de 2018

Eu te protejo... Eu me protejo... Você me protege... Nós nos protegemos...


Eu aprendi com você coisas tão profundas que sem você eu nunca saberia. Aprendi com tantas dores mas também com tantos sorrisos. O valor das coisas não está no preço, e sim nos momentos. A melhor coisa que podemos dar alguém é o nosso tempo. A cada dia, as pessoas correm tanto, que fico sensibilizada com a falta de amor e chega a doer tamanha frieza das pessoas... Cada momento que tenho ao seu lado é um aprendizado, é mais uma gotinha  que cai nesse grande mar de amor. Embaladas pelas folhas, os perigos que nos cerca parecem tão pequenos, e eu tenho medo às vezes mas você segura a minha mão e seguimos juntas. Eu te protejo... Eu me protejo... Você me protege... Nós nos protegemos...
Ter você é um presente. Sigo agradecida, algumas vezes dolorida, mas sempre em frente.
Obrigada minha pequena grande amiga!

Adriana Silva 

22 de novembro de 2017

Defeitos que manipulam a mente...

É muito mais comum do que se imagina vermos sequelas que se arrastam por uma vida por coisas que acontecem na infância ou uma vida inteira cometida pelos pais.

Não é uma condenação ou apontamento de defeitos. É uma constatação. Ninguém é perfeito e mãe e pai também erra. 

"Defeitinhos" que os pais colocam nos filhos sem perceber que está fazendo mal à eles. Vindo justo das pessoas que mais se confia e acredita - que é a figura paterna e materna.

Mesmo brincando se fala muita verdade. E pior que se acredita. E esses pequenos "apelidos" viram monstros. E esses monstros viram complexos, problema de auto estima, depressão, e infinidade de coisas que assolam esses tempos onde as doenças emocionais dominam tudo.

E quando nos damos conta percebemos que tanta coisa foi colocada em nossa cabeça e não era verdade. Que pegamos isso como verdade absoluta que nos foi rotulada de uma forma não intencional mas que impregnou como rótulo universal.

Se tivermos consciência que as opiniões de nossos pais pertencem à eles e não a nós e por mais que tenhamos amor por eles e confiamos, acreditamos essa é a opinião deles e somos seres individuais que merecemos opinar e achar por nós mesmos.


Adriana

O amor e a fé...


Tudo era novo pra mim... Não sabia como ser sua mãe. Meu medo era não saber ser uma boa mãe o tanto que você merecesse diante da sua grandiosidade, bravura e garra pra viver. Mesmo pequena você sempre lutou. Fui aprendendo, errando, acertando... Mas sempre te amei e isso é tudo diante das imperfeições apontadas. Sempre senti Deus me guiando e me empurrando: Vai filha!
Quantas vezes senti medo e dor... Que chorava escondida pensando no futuro...
Hoje, nossa luta continua e com muito mais amor. Temos você e isso é um presente. Não importa o que digam, pensem, achem e falem pois nós sabemos o valor do amor aquele que tudo suporta e que ampara o outro quando tudo parece cair. Olho pra trás e nem parece que passamos tanta coisa! Acho que é porque o nosso agora é o mais importante pois é sinal que tudo passou e tudo passa... Mas o amor, a fé e a gratidão por ter uma filha tão maravilhosa nunca passarão. Você é um presente de Deus! Sem demagogia, sem pretensão de sermos heróis ou guerreiros e sim de ser seus pais que tiveram o privilégio de ter alguém que nos guie pra trilhar a vida vendo em você a misericórdia de Deus e senti-la conosco tão de pertinho. Obrigada filha te amamos muito ♡

Adriana 

3 de novembro de 2017

Aquilo que chamam de "doença" eu denomino de cura



Aquele corpo que não era o ideal para muitas pessoas, cheios de falhas, de atrasos de rótulos, de explicações e teorias para mim sempre foi perfeito.
Aquilo que chamam de doença eu denomino de  cura. E por mais que expliquem e tenham a razão que pertença a eles, ela sempre será puro encanto e amor.
Que Deus sempre cuide de sua preciosa vida filha! 

(Adriana Silva)