22 de agosto de 2014

Viver!


Não tenho tempo pra vaidade fútil, afinal a maior beleza que podemos ter é aquela que brota de dentro de nós, se esvai pelos olhos, pelos poros, pelo sorriso, e continua no coração. É um ciclo que nunca acaba! Quero limpeza da alma, limpeza do corpo, vaidade por necessidade, beleza por gestos e doçura por essência. Porque ser artificial nesse mundo todo mundo consegue ser. E autêntica sempre serei. Então sou umas dessas espécies raras que se contentam plenamente com as belezas vindas do coração.
Quem me julga por achar que me falta algo se engana: Eu tenho tudo! Não me preocupo com isso. Continuo vivendo com muito amor no meu coração. Fui agraciada com a vida, então não perco tempo: Eu trato logo é de viver!

(Adriana e Jaqueline ♥)

Seu sorriso



Não tenho dúvidas que Deus me deu o seu sorriso pra que eu aprendesse a sorrir com você!
Mas sorrir como você filha... Ninguém faz!
Mesmo nos momentos mais difíceis ele brota como uma luz que esquenta e contagia!
Você vai ver, tudo vai passar!

Sua mamãe que te ama...
(Adriana)

19 de agosto de 2014

Os caminhos de uma Mãe Especial


Ser mãe é uma dádiva concedida à mulher.
Para nós, mães especiais não vou mentir é um tanto quanto difícil. Não penso em dificuldades como um lema e que fica estampado em meu rosto quando cuido, empurro a sua cadeirinha. Penso que dificuldades existem para toda e qualquer pessoa.

Muitas pessoas não imaginam o que cada uma de nós passa. Se soubessem, se um dia vivessem ou pelo menos se colocasse no nosso lugar, haveriam um olhar mais respeitoso de todos. Temos que enfrentar nossos próprios medos, nossas próprias dificuldades, e esquecê-las quando chega o momento de resolver coisas que surgem relacionadas aos nossos filhos.

Encaramos nossos filhos com muito amor. E a cada luta superada surge outra. Muitas vezes o cansaço aparece, o desânimo, mas nunca desistimos deles, por eles e pra nós. Vamos descobrindo que cada novo degrau nos ensina coisas preciosas que muitas pessoas a vida inteira não irão conhecer. Não que as dificuldades das pessoas não sejam ensinamentos pra muitas. Cada um aprende ou não se quiser.

Então, por esses caminhos de rosas e espinhos eu olho pra trás e tudo que passei, e tudo que passamos e me respeito. Pela pessoa que me transformei, pela mãe que sou, pela filha que tenho. E não é exagero quando digo que mesmo com todas as lutas e dificuldades tenho uma pessoa encantadora comigo. Posso dizer com toda a certeza que sou muito abençoada. Não por ser mãe. Mas por ter uma pessoa ao meu lado que me faz lembrar todo dia a mulher que eu sou!

(Adriana)

13 de agosto de 2014

Eficiência Divina...


Todos os dias podemos aprender algo novo. Podemos aprender a andar no meio da multidão que nada sabe amar. Podemos achar que tudo parece vão por não enxergarem a essência do amor. Mas nós sabemos.
Hoje em dia, as pessoas priorizam a aparência. Acham que por pessoas não andarem nada mais lhes resta. Cultivam uma piedade errada, e jamais saberão o que é ser feliz mesmo depois de tantas coisas superadas.
A cada dia que passa, eu me convenço que " deficientes" são as pessoas. Que eficiente é o amor. Esse que carregamos sem medo, esse que não tem medidas, esse que é incondicional - e sempre será! Esse que nos torna gigantes por dentro, seja lá o que digam ou que pensem. E quem olha com pena para o amor, penso que essas pessoas são os verdadeiros " coitados".
A todo momento eu tenho sinais de Deus. Sinais de como prosseguir. De repente eu sinto uma mãozinha me abraçar, um olhar me buscar - como se eu fosse a Diva da sua vida... E tenho certeza que na tarefa de Mãe eu sempre serei única, e é com esse olhar de ternura, de inocência, de amor, de respeito que tenho da minha filha, que aconteça o que acontecer: Sempre levarei comigo pra mim mesma! Não importa os rótulos que a sociedade coloca, não importa se eu tropece em pessoas insensíveis, não importa nada. Quando você tem alguém na sua vida assim.... Tudo faz sentido! A chuva que cai passa. O sol que queima dá lugar ao vento. E assim encaro a vida da minha filha: Uma dádiva! Cada coisinha que ela faz, pra mim é tudo. Se isso não importa à muitos não sei. O que sei é que eu vejo o que Deus quer me mostrar! 

Adriana

8 de agosto de 2014

Dumbo


Hoje resolvi postar sobre a história do Dumbo. Pensei no meu amor de mãe, e como havia essa imagem salva no meu computador, mesmo me lembrando da "moral da história", pesquisei, e vi muitos erros na internet, então vou colocar do meu jeito para que entendam a relação desse conto (ou seja lá como cada um denomine) e a relação como propósito deste blog.

Pelo que lembro, o Dumbo era um elefante diferente. Ele tinha orelhas enormes e todo mundo ria dele. Ele sofria muito. Chorava. Lembro-me que a mãe dele ficou muito nervosa e por isso foi enjaulada e que ficou sozinho, e teve ajuda de um ratinho que virou seu grande amigo e o ajudou muito.


Com ele descobriu que era um elefante muito especial e com suas orelhas poderia voar. Com isso ele virou a grande atração do circo, e sua mãe ficou muito orgulhosa dele.

O que posso comentar das minhas mal traçadas linhas explicando por alto essa história da Disney?

- Haverão pessoas que vão tirar o sarro dos outros por serem diferentes, no entanto são elas que precisam de piedade e ajuda!

- Que o " defeito" que se possa ser um problema pode mostrar dons inimagináveis, surpreendentes.

- O amor de mãe é insuperável. E mesmo que todos apontem e riam ela sempre vai amar incondicionalmente e nunca deixará de acreditar nesse filho sentindo orgulho dele.

- Que as pessoas podem lhe fazer chorar por serem cruéis, no entanto existem amigos de verdade que ajudam e amam do jeito que é.

- Que o mal de muitas pessoas é julgar pela aparência e nunca olhar para o coração.

- Que ser especial é fazer da sua dificuldade o seu grande sucesso!

(Adriana)


Mais informações em: http://noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2010/05/12/filme-dumbo-faz-70-anos-e-ganha-edicao-especial-em-dvd-e-blu-ray.jhtm