22 de agosto de 2014

Viver!


Não tenho tempo pra vaidade fútil, afinal a maior beleza que podemos ter é aquela que brota de dentro de nós, se esvai pelos olhos, pelos poros, pelo sorriso, e continua no coração. É um ciclo que nunca acaba! Quero limpeza da alma, limpeza do corpo, vaidade por necessidade, beleza por gestos e doçura por essência. Porque ser artificial nesse mundo todo mundo consegue ser. E autêntica sempre serei. Então sou umas dessas espécies raras que se contentam plenamente com as belezas vindas do coração.
Quem me julga por achar que me falta algo se engana: Eu tenho tudo! Não me preocupo com isso. Continuo vivendo com muito amor no meu coração. Fui agraciada com a vida, então não perco tempo: Eu trato logo é de viver!

(Adriana e Jaqueline ♥)

Nenhum comentário:

Postar um comentário