28 de dezembro de 2016

Abandonando a Infância



Me disseram que não sou mais criança. Que não posso mais cantar minhas músicas infantis, que não posso mais usar roupas com desenhos de bichinhos...
Eu sei, sou adolescente. Cresci por conta própria, adquiri novos hábitos, mudei e me transformei e meus interesses hoje são outros.
Mas gostaria de lembrar que todos nós temos uma criança interior e hora ou outra vamos visitá-la. 
A vida já é corrida demais pra ser sério o tempo todo não acha?
Por isso, quando eu sentir saudade, mesmo sendo uma mulher feita vou visitar o meu baú cor de rosa. Nele estão meus ursinhos, meus brinquedos musicais, meus sonhos de menina e vou matar a saudade. Não importa que me digam que tenho 17, 20, 25 ou 30 anos. Todos nós passamos por ela e sempre que se tem saudade de algo vou visitar dentro de mim por alguns instantes aquela que fui pois apenas com ela posso ser essa que hoje sou. Não vou deixar morrer dentro de mim a parte lúdica, de sonhos e nem matar a minha capacidade de demonstrar todo meu carinho a todos que amo. 

(Adriana Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário